30 de março de 2013

Pastéis de queijo brie Président e azeitonas para os meus pais :D

I'm looking to the sky to save me,
Looking for a sign of life,
Looking for something to help me burn out bright.

I'm looking for a complication,
Looking cause I'm tired of trying!
Make my way back home when I learn to fly high.
Make my way back home when I learn to fly!


Foo Fighters


Quando eu nasci os meus pais eram muito novos, e eu fui filha única durante dez anos. 

Talvez por isso, sempre tive uma relação muito próxima com os meus pais. Sempre fui habituada a conversar abertamente com eles, sem complexos ou vergonhas, e sempre partilhei com eles as minhas dúvidas e as minhas inseguranças.


Os meus pais não podiam ser melhores pais: são autoritários na medida certa, ensinaram-me os valores que sigo hoje e levaram-me a conhecer sítios absolutamente lindos. Sempre me apoiaram e sempre me ensinaram que com esforço e dedicação conseguimos realizar todos os nossos sonhos. 

Os meus pais deram-me asas e ensinaram-me a voar, e por isso quando chegou a altura eu voei para longe e dei tudo de mim. Mas digo-vos, sabe sempre tão bem voltar ao ninho!  


Acho que é notório que eu nutro uma verdadeira admiração pelos meus pais, e sei que eles se sentem muito orgulhosos de mim e do meu irmão. E quando de vez em quando (muito de vez em quando!) o meu pai nos deixa monopolizar a cozinha damos o nosso melhor para tentar igualar as comidinhas deliciosas que ele faz. 

Esta é a história destes pastéis, que reúnem três ingredientes muito apreciados pelos meus pais: a massa folhada, o queijo brie e as azeitonas. E estavam tão bons que arrancaram um elogio ao meu pai, que pronunciou enquanto lambia os dedos:

'Caramba Joana, tens mesmo jeito com a massa folhada.' 

 

Pastéis de queijo brie Président e azeitonas 

Ingredientes (para oito pastéis):

* Uma placa de massa folhada;
* Doze azeitonas verdes marinadas em azeite, louro e alho (do Pingo Doce); 
* 100g de queijo brie da Président;
* Uma gema. 

Confecção: 

* Estender a placa de massa folhada e dividir em oito quadrados;

* Colocar no centro de cada quadrado um cubo de queijo brie e cobrir com as azeitonas partidas em pedaços;

* Fechar os quadrados e pincelar com a gema;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante vinte minutos, ou até ficarem dourados.


Estes folhados foram muito apreciados cá em casa, e são bastante simples de fazer :) São uma óptima ideia para uma entrada ou para um prato principal diferente, acompanhado de uma salada verde :)

Para fazer estes folhados usei o queijo Brie da Président que recebi quando fiz o workshop com o Chakall :) Cá em casa gostámos bastante deste queijo :D 

Até amanhã! :D  

21 comentários:

  1. Este miminho folhado deve ser uma tentação, adoro este tipo de entradas folhadas com queijo brie (ou de cabra ou camembert) derretido e o toque das azeitonas deve ter dado um contraste genial, óptima sugestão :)

    Beijinhos e Feliz Páscoa,
    Joana

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana,
    Os pastéis ficaram lindos e devem ficar muito bons, eu adoro queijo e a massa folhada e a junção das azeitonas deve ficar bom :)

    Beijinhos e Bom fim-de-semana *

    ResponderEliminar
  3. Queijo brie é um dos meis favoritos, mas nunca experimentei desta marca, é bom?
    Bjs, Felipe

    ResponderEliminar
  4. Queijo e azeitonas, que delícia! :)
    Espero que tenhas uma boa Páscoa querida! Beijinho grande

    ResponderEliminar
  5. Hummm..., é impossivel ficar indiferente a estes mimos.
    Costumo comprar essas azeitonas( são uma perdição!), e pronto vou almoçar, saio daqui com a barriga a dar horas, ai que fome!
    Muitos beijinhos, uma Páscoa muito feliz e docinha.

    ResponderEliminar
  6. Estou como diz o teu pai. Tens mesmo jeito com a massa folhada. Ficou tão douradinha! E com queijinho lá dentro, imagino como deve ser bom!

    Beijinhos, Joana!

    ResponderEliminar
  7. aiii eu adoro adoro Queijo Brie, só não gosto de azeitonas =/ Uma vez comi uma entrada de queijo brie com mel e nozes de morrer, nunca mais me esqueci =P

    Boa Páscoaaa!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. Olá Joana,

    Ao ler-te a falar dos teus pais sinto nostalgia, primeiro porque o meu já partiu, segundo porque a minha Mãe vive longe de mim.
    Por isso entendo bem o que significa "voltar ao ninho" ainda que se voe para longe por motivos vários.

    Esses mimos que foram tão apreciados pelos teus pais, têm um aspecto fantástico e delicioso, parecem-me lindamente para qualquer ocasião !

    Beijinho e boa Páscoa*

    Isabel

    ResponderEliminar
  9. Que bom podermos dizer isso dos nossos pais. Eu felizmente também sou uma sortuda;)
    Estes pasteis estão uma delícia e tão simples. Adoro massa folhada, permite-nos fazer uns petiscos bem rápidos e bons ;)
    beijinhos e Boa Páscoa

    ResponderEliminar
  10. Olá Joana, adoro ouvir-te falar assim da tua Família! Como já te disse uma vez, o excelente trabalho dos teus pais está à vista na pessoa que tu és.
    Os teus folhados estão lindos e devem ser muito bons.
    Desejo que tu e a tua família tenham uma óptima Páscoa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. É tão bom quando temos uma relação assim com os nossos pais... É único! Quanto aos pasteis, lá terei de os experimentar porque adorei a escolha de ingredientes e fiquei muito curiosa de ver o interior! Ja agra, uma voa Páscoa linda!

    ResponderEliminar
  12. joaninha,
    cultiva sempre essa relação linda com os teus pais, eles são um porto de abrigo. Tenho dois filhos e faço os possíveis para transmitir valores e princípios que considero fundamentais, amo-os de paixão e sei que um dia irão abrir asas e voar ;( só espero que voltem sempre ao ninho.
    Os miminhos que tens aí são deliciosos e estão lindos.
    Uma páscoa feliz para ti e família
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  13. À medida que crescemos há coisas que começam a fazer sentido, que antes não dávamos importância, a família. Eu já sou crescidota mas os meus pais ainda mimam-me muito e se queres que te diga, adoro! Que me chamam mimada, se há coisa que eu dou valor na vida são as pessoas que realmente gostam de nós incondicionalmente e os nossos pais e irmãos estão no top da lista. bjs e adorei os folhados. Com poucos ingredientes faz-se milagres.

    ResponderEliminar
  14. É sempre bom apreciarem o que fazemos, e que lindos ficaram!

    ResponderEliminar
  15. Caramba, ficaram mesmo com um aspecto apetitoso! ;)

    Beijinhos e bom regresso.

    PS: Gostei da nova foto (avatar). :)

    ResponderEliminar
  16. Acho que de certa forma identifiquei-me com o teu texto, e por acaso admiro cada vez mais a educação que os meus pais me deram...
    A receita também parece muito saborosa!

    E parabéns pelo blog e pelas receitas! Devo dizer também que admiro o teu trabalho! Não é qualquer um que consegue manter assim um blog e ser estudante de medicina ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Joana, a ler isto tive tantas saudades tuas!!!A sério! Eu não vi o teu pai dizer "caramba Joana", mas ouvi-te a ti a dizer isso nas nossas conversas!
    Mais uma vez devo dizer que te admiro como filha porque soubeste retirar bem os ensinamentos dos teus pais (...e talvez um bocadinho da tua avó!:)

    Folhadinhos com muito bom aspecto. Melhor não provar!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />