28 de fevereiro de 2020

Fevereiro (parte 3).

E depois de um mês de Janeiro interminável, Fevereiro parece que passou a voar. É sempre assim, não é? :D E eu sei que hoje não é o último dia do mês ainda, mas apeteceu-me fazer o resumo :)

A terceira semana do mês foi super preenchida. Passei 24h hospedada no Ritz como prenda do dia dos namorados e soube mesmo, mesmo bem. Comemos um gelado na Artisani e a Gabriela foi levar uma vacina e tirar o cartão de cidadão. Matámos saudades dos croissants maravilhosos do Choupana Caffé. Celebrámos o Carnaval em grande e a dobrar, com o nosso monstro das bolachas e a nossa bolachinha! Fomos à Quinta Pedagógica e o Matias alimentou as cabrinhas.

Gelado de requeijão e doce de abóbora com doce de leite. Estava bem bom :D



O Matias come sempre a mesma combinação: morango e chocolate negro
Cappuccino :)
Croissant de Kinder Bueno

Os meus fofinhos no Carnaval :D





A Gabriela também tinha um fato de Jessie, para combinar com o Matias que vestiu um fato de Woody no seu primeiro Carnaval :D








No dia da Quinta Pedagógica o Matias pediu para ir vestido com o fato de treino do Homem-Aranha :)
A Quinta Pedagógica é gratuita :)










É só a mim que isto faz lembrar o Robin dos Bosques? :D
Sempre a correr este miúdo







Fez um amigo e andaram a brincar às apanhadas :)


O Matias pediu para fazer 'um piquenique', mas não dava para comer na quinta, só na parte do café. Vai daí, fomos para a relva da esplanada :)








Estavam a alimentar os animais e deram umas cenouras para o Matias alimentar as cabrinhas :)

Sacos para guardar resina das árvores :)
Horta :D
Dizia que eram 'pegadas de leopardo' :D
Começámos esta semana a visitar o Castelo de São Jorge, onde o Matias passou o tempo todo a perseguir rastos de leopardo. No dia seguinte fomos ao Dote com o Miguel e a Carina e o Matias comeu a sua primeira francesinha (vá, mais ou menos, porque não quis molho). Quarta foi um dia mais tranquilo e ontem a minha mãe e a minha avó vieram a Lisboa para celebrarmos todos o aniversário da minha avó :D 

Almoço desse dia: salada de presunto e queijo da ilha
Para referência futura, deixámos o carro no Parque do Chão do Loureiro (onde já tínhamos feito um tour de arte urbana há dois anos!) e demorámos uns dez minutos a pé até ao Castelo. São dez minutos a subir, o que para nós foi muito difícil porque tínhamos feito exercícios de pernas no dia anterior, mas presumo que para quem não tem dois miúdos e dores musculares horríveis se faça bem. Vimos pessoas com carrinhos de bebé, mas achámos que não dava jeito nenhum: entre as subidas e o piso instável, a Gabriela esteve mesmo bem na mochila! :) O Castelo é gratuito para residentes no concelho de Lisboa, basta mostrarem o cartão do cidadão :) Por outro lado, para as outras pessoas custa dez euros, o que é uma grande chulice if you ask me.



Havia lá várias pessoas à espera do pôr-do-sol com um copinho de vinho na mão, o que me fez arrepender-me vagamente de ter levado a criançada connosco.
Por outro lado, o Matias achou um piadão ao 'canhão dos piratas'...
E quando parámos para dar o leitinho à miúda e eu tirei da mochila umas tortilhas de arroz e uma banana que tinha trazido para ele, disse logo todo contente 'YEY, UM LANCHE!' :D

Sempre a correr e a trepar este miúdo




O Matias andou a correr por todo o lado, sempre a dizer que estava a ver pegadas de leopardo e que tínhamos de procurar o leopardo (é a nova brincadeira preferida dele, a seguir a brincar aos carnotauros!).
Expectativa: brincar aos cavaleiros | Realidade: procurar leopardos





Matias numa das janelas à procura de leopardos, claro




A brincar às apanhadas :D

Matias a escolher o seu gelado na Popbar. Acabou por pedir um gelado de chocolate, que dividiu comigo. Era delicioso :D
Cores de Lisboa ao pôr-do-sol :D
Estava claramente demasiado entusiasmada com este momento, não fosse eu do Norte. Não correspondeu às minhas expectativas. o Matias recusou comer molho, nem sequer provou (estamos nessa fase agora) e só comeu a sandes -.-
Meia francesinha (o Matias também comeu meia e comeu tudo).
História gira sobre os anos da minha avó: quando lhe dissemos para escolher o restaurante, a minha avó disse que queria almoçar num restaurante brasileiro com buffet que existe no piso de cima do Vasco da Gama onde nós já fomos umas duas ou três vezes todos. Ora eu achei que não era grande ideia porque 1. não gosto de andar em centros comerciais com os miúdos (aliás, a Gabi nunca entrou em nenhum até agora) e 2. achei que a ocasião pedia algo mais especial. Sugeri um restaurante perto de casa do meu irmão que tinha um bom rating no Zomato e parecia mais fancy, O Tacho do Pescador. E é claro que fomos almoçar cinco pessoas e ninguém ficou fã :P Para a próxima já sei: a aniversariante é que manda :) Na fotografia, a entrada de camarão com queijo de cabra e maracujá.
A minha avó não descansou enquanto não meteu uma 'almofadinha na cabecinha da menina' e um 'lençol para ela não ter frio embora estejam literalmente 25º' :D
Pedimos o arroz de marisco para duas pessoas porque o empregado disse que dava para os cinco. Deu, e ainda sobrou. Eu sou sincera, não sou de todo fã de pratos em que tenho de andar a descascar coisas, tirar bocadinhos de casca da boca, martelar perninhas de sapateira e afins - ou bem que é tudo cozido, ou se é para andar com as mãos no meio do prato de arroz já acho um bocado uma porcaria. O resto da malta achou o mesmo, por isso acabámos por não apreciar assim muito - mas acho isto uma questão muito pessoal mesmo e de resto estava bom e sabia bem :)
Bolo da Frutalmeidas, claro :D A minha avó gostou tanto que comeu duas fatias, o que deve ser inédito (ela é daquele género de pessoas que 'não é muito dada a doces') :D
78 anos da vovó Luísa :)
Ainda neste dia, o Matias pediu gelado outra vez. Talvez esteja na altura de começar a controlar os gelados, mas na verdade tranquiliza-me saber que estes são pouco processados (versus coisas da Olá e afins) e não é como se o miúdo estivesse com excesso de peso (pelo contrário até).
Flores que comprei para a minha avó :)
E pronto, confesso que uma parte de mim está satisfeita por vir aí um fim-de-semana de chuva para poder ficar em casa a pastelar, sem grandes actividades :) Hoje já estou a planear descansar bastante, têm sido dias mais activos (e as noites também não têm sido fáceis).

Março está aí e promete ser um mês sem grandes efemérides. Vou tentar continuar a dar uns passeios e a investir no exercício físico e na dieta. Eu sei que não parece pelas fotos, mas na verdade andamos a ter mais cuidado com a alimentação, embora com espaço para um ou outro deslize. Tanto eu como o Pedro ganhámos dez quilos enquanto ele esteve a estudar para o exame do fim da especialidade, aos quais se juntaram os vinte quilos que ganhei na gravidez. Estou, literalmente, obesa. Não é um exagero, é um facto - tenho IMC de obesa. Por pouco, mas tenho. Começámos a fazer dieta em Dezembro e eu perdi logo três quilos, mas entretanto em Janeiro e Fevereiro andei mais focada em sobreviver ao berranço da Gabriela e confesso que a dieta ficou em segundo plano e concentrei-me em manter o peso. Não perdi mais peso, mas também não ganhei peso nenhum so that's nice. Entretanto já voltámos a estar mais disponíveis e já estamos novamente a perder peso por isso yey para nós :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />