2 de março de 2017

Matias passa de ano.

Ontem foi o primeiro dia do Matias na sala nova da creche. Entrou no berçário no dia 1 de Janeiro, e dois meses depois passou de ano e entrou na sala da aquisição da marcha. E eu? Eu fiquei nostálgica.

O meu filho está a crescer. É certo que tudo se passa devagarinho, mas também é certo que todas as semanas há aprendizagens diferentes, há metas atingidas, há capacidades novas adquiridas. O meu filho manda-me beijinhos quando eu me despeço dele na creche. O meu filho anda agarrado aos móveis ou à nossa mão. O meu filho come comida a sério aos bocados pequeninos. O meu filho diz papapapapa e babababa. O meu filho continua a rir-se às gargalhadas das nossas palhaçadas. O meu filho é muito curioso e passa a vida a cair porque está sempre a meter-se em sarilhos.

E nós deixamos que ele caia. E depois abraçamo-lo muito, damos-lhe imensos beijinhos, esperamos que ele pare de chorar e mandamo-lo para o mundo para cair novamente.

O meu filho está a crescer, e é todos os dias um bocadinho menos meu. E eu gosto muito dessa sensação, juro que sim. Mas fico nostálgica na mesma.

Esta mudança de sala marca também o início na integração na alimentação da creche. Agora o Mati vai passar a comer a sopa, o prato, a fruta e o iogurte lá, e nós vamos passar apenas a mandar as papas (sim, somos fundamentalistas, sim, já sei). E confesso que estamos a delirar com a mudança, até porque nos vai poupar bastante tempo :) O Mati já come tudo, à excepção da clara de ovo, do leite de vaca e das frutas e legumes que só se inserem depois dos doze meses (o kiwi, as framboesas, os espinafres, etc), por isso não esperamos que ele se integre mal na alimentação da creche. O primeiro dia é amanhã, por isso vamos ver como corre :)


2 comentários:

  1. Oh uma pessoa fica sempre nostálgica ;) é tão bom vê-los crescer mas ficamos sempre com aquela sensação de saudade de todas as fases que eles passam

    ResponderEliminar
  2. Oh pah o Matias tem o sorriso mais lindo do Mundo e faz-me lembrar tanto a Joana quando sorri. :) Vai correr tudo bem com certeza. Grávida de 38 semanas ainda não sei qual é a sensação de perder todos os dias o meu menino um pouco mais para o Mundo, mas deve ser um enorme misto de sensações. Algo me diz que vou ter vontade de o abraçar e ficarmos assim para sempre.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />