8 de março de 2016

Empadão de vaca e cenoura

Já tinha esta receita para publicar aqui há séculos (desde Janeiro), mas fui sempre adiando por uma razão ou outra. Entretanto as obras acabaram, o quartinho do bebé está pronto, a mala da maternidade está feita e as coisas por aqui acalmaram substancialmente, por isso decidi começar a adiantar umas comidinhas para congelar e ter já prontas depois do bebé nascer (faz sempre jeito).

A primeira refeição que fiz? Empadão! :D




Adoro empadão. É uma comida reconfortante, relativamente rápida, consistente e muito saborosa :) Podem optar por fazer o puré com batatas mesmo (eu usei flocos) ou até substituir por puré de couve-flor, com menos calorias e hidratos de carbono :) Espero que gostem :)


Empadão de vaca e cenoura

Ingredientes (para quatro pessoas):

* Uma cebola picada;
* Três dentes de alho picados;
* Um fio de azeite;
* Uma folha de louro;
* 500g de carne de vaca picada;
* 100g de cenoura cortada em cubinhos;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Meia colher de chá de paprika;
* Meia colher de chá de orégãos;
* Uma pitada de sal;
* Uma pitada de piri-piri;
* 100g de flocos de batata.
* Uma pitada de noz-moscada;
* Uma gema;
* Queijo ralado q.b.

Confecção:

* Refogar a cebola picada, o alho picado e a folha de louro num fio de azeite;

* Juntar a carne de vaca e os cubinhos de cenoura e deixar refogar;

* Temperar com o pimentão-doce, a paprika, os orégãos, o sal e o piri-piri;

* Deixar cozinhar durante dez minutos;

* Entretanto preparar o puré seguindo as instruções da embalagem (no nosso caso fervi 500ml de água e juntei os flocos);

* Temperar com uma pitada de noz-moscada;

* Colocar num tabuleiro de ir ao forno uma camada de puré, uma camada de carne e uma nova camada de puré;

* Pincelar com a gema e cobrir com o queijo ralado;

* Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante quinze a vinte minutos.







Até amanhã! :D

10 comentários:

  1. Já experimentaste usar puré congelado? Acho-o muito superior aos flocos. Aliás, já aconteceu em jantares ou convivios dizerem "eh pá tiveste tanto trabalho a fazer o puré e tudo, está tão bom", e eu, "pois é, pelos amigos faz-se tudo", e a embalagem bem escondida na reciclagem. ☺
    Sandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso não! Eu nem uso os flocos por serem mais rápidos, uso porque o Pedro não aprecia puré e só come se for bem 'sequinho', coisa que nunca consigo com o puré caseiro (que fica sempre mais 'pastoso'). Mas só experimentando :D Vou testar, obrigada :D

      Eliminar
  2. Adoro empadao, quando tive gripe A so isso me saia bem :P
    Ter comida congelada e uma otima ideia, vai.vos dar imenso jeito :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que sim :P Só não faço mais porque não cabe no congelador :P

      Eliminar
  3. Já me safei várias vezes com aqueles purés instantâneos. Sei que não são saudáveis, mas para remediar são bons e o sabor já não tem nada a ver com os purés das cantinas de escola, nos anos 90!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto bastante do sabor. Mas na verdade eu entupo aquilo de noz moscada, adoro :D

      Eliminar
  4. Omg, comida congelada, como é que eu nunca pensei nisso :o Bela ferramenta de gestão do tempo! Isso consegue aguentar quanto tempo no congelador?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Normalmente o que dizem as precauções é que deve ser consumido em três meses, mas já tive comida mais tempo do que isso no congelador (nos meus tempos áureos de estudante universitária que ainda não cozinhava) e nunca nada se estragou. Mas é uma forma muito boa de poupar tempo para quando tivermos o bebé, e sinceramente estaria a cozinhar que nem uma louca se o nosso congelador fosse maior :)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />