28 de janeiro de 2016

Macarons de limão

Tinha convidado a interna pequenina para jantar cá em casa, mas continuo sem conseguir dedicar-me a grandes aventuras culinárias sem acabar deitada no chão com as pernas levantadas. Vai daí, estabeleci um plano: fazer Boeuf Bourguignon para o jantar (que tem a vantagem de ser um prato muito simples que fica no forno enquanto se arrumam as outras coisinhas), usar o curd de limão que tinha sobrado do meu bolo de lima e limão delicioso e aproveitar as claras que sobraram do curd para fazer uma sobremesa.




Ainda pensei em fazer uma pavlova, mas a ideia de experimentar macarons não me saía da cabeça. Meti mãos à obra: fiz os macarons, engrossei um pouco o curd e montei tudo. O resultado superou largamente as minhas expectativas: ficaram mesmo maravilhosos :D Ainda estão um pouco toscos esteticamente, mas a consistência ficou perfeita e o sabor nem se fala :D

E para quem acha que fazer macarons em casa é muito difícil... Bem, se a grávida desmaiadeira consegue, porque não irão conseguir também? :D


Macarons de limão (receita adaptada do blog 'Coco e Baunilha')

Ingredientes (para cerca de vinte macarons):

Para os macarons:

* 80g de miolo de amêndoa moída;
* 80g de açúcar em pó;
* 70g de claras de ovos envelhecidas e à temperatura ambiente (deixei num copinho no frigorífico quatro dias e retirei do frio uma hora antes de usar);
* 90g de açúcar branco (separados em duas porções de 45g);
* Corante amarelo;

Para o curd de limão:

* 140g de açúcar amarelo;
* Casca de um limão;
* 100g de sumo de limão;
* 60g de manteiga sem sal;
* 30g de leite;
* Dois ovos;
* Três gemas;
* Duas colheres de chá de farinha maizena dissolvidas em meio copo de leite.

Confecção:

* Para o curd de limão misturar todos os ingredientes, colocar numa panela e aquecer em lume médio, mexendo sempre até engrossar;

* Coar a mistura e deixar arrefecer e solidificar;

* Para os macarons, juntar a amêndoa e o açúcar em pó e reservar;

* Bater as claras em velocidade média até começarem a formar espuma e juntar 45g do açúcar branco, continuando a bater;

* Quando o merengue começar a ficar espesso e duro (ou 'em castelo') juntar os restantes 45g de açúcar e bater na velocidade máxima durante dez minutos;

* Adicionar o corante a gosto;

* Envolver delicadamente a mistura de amêndoa e açúcar em pó;

* Colocar duas folhas A4 impressas com o padrão desejado (fiz os macarons de 3.5cm) num tabuleiro do forno debaixo de uma folha de papel vegetal;

* Com uma seringa ou um saco de pasteleiro, pressionar a massa começando no centro do círculo até o preencher;

* Bater com o tabuleiro na bancada para tentar alisar os macarons (os meus ficaram na mesma com um biquinho);

* Deixar repousar num local seco durante uma hora, se possível numa divisão da casa onde não estejam pessoas;

* Pré-aquecer o forno nos 150º e colocar o tabuleiro no centro do forno, baixando a temperatura para os 140º;

* Deixar cozer durante cerca de quinze minutos;

* Retirar do forno, esperar uns minutos e retirar os macarons para uma grelha;

* Rechear com o curd de limão (eu achei mais prático fazê-lo com uma colher de café);

* Os macarons ficam melhores no dia seguinte.












Entretanto já repeti a aventura, desta vez com macarons de chocolate e limão :D Depois mostro a receita :D

14 comentários:

  1. Estão perfeitos e maravilhosos! Ainda por cima o sabor deve ser do outro mundo! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sabor é divinal :D Esta semana vão sair de cá de casa uns de framboesa :D

      Eliminar
  2. Ai tao lindos, que coisa tão boa! *.* eu não tenho coragem para me aventurar nos macarons, mas realmente... Porque não? :P

    ResponderEliminar
  3. Adorei ^^ ficaram tão lindos o aspecto tosco dá ainda mais vontade de comer ;)

    ResponderEliminar
  4. Adoro! Mas nunca fiz. Aproveito para perguntar se alguma vez fizeste o chamado "pão-de-deus". Bjs e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  5. Eu nunca fiz macarons porque a internet está inundada de relatos de falhanços (ainda que haja isso para tudo, a julgar pelas reviews do food.com até éclairs e pavlova são a coisa mais difícil de sempre), pelo que tenho a dizer que é extremament injusto que à primeira tentativa faças os macarons mais maravilhosamente perfeitos em que algumas vez tive o prazer de pousar os olhos :D que coisa linda, só apetece ficar a olhar para eles indefinidamente!
    Esse bolo soa mesmo muito bem (só pode, para ter dado origem a esta sequela) :P
    Ainda bem que os macarons venceram! Que. Belezas. E com os piquinhos ficam um bocado inclinados, parece que estão a dançar alegremente no prato como minions sob efeito de LSD :P o que é bastante adorável.
    Tenho TANTO de fazer... Aquilo de que gosto menos até é tratar do saco de pasteleiro. Nunca arranjo um decente, se a boca é fixa é uma complicação para lavar (e se não é também é uma complicação para lavar), muitas vezes verte entre a boca e o saco, vou buscar saquinhos de fruta transparentes e corto um canto mas fica meio alongado e estranho,... D:
    (Mas os teus estão perfeitos.)
    (ESTUPIDAMENTE perfeitos.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha eu também estava com algum receio, mas de sabor ficaram óptimos! Estão um bocado toscos (tal como os segundos e os terceiros que fiz), mas fizeram sempre sucesso :D

      Eu comprei uma seringa e gosto muito mais do que do saco :)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />