8 de novembro de 2015

Pregnancy Diary #1

Estávamos a jantar no Qosqo para celebrar o nosso primeiro aniversário de casados quando, a propósito de uma qualquer conversa, o Bernardo disse:

'A minha mãe conta que percebia sempre muito cedo quando estava grávida, porque ficava com imensa tensão mamária.'

Fiquei desconfiada. Estava dois dias atrasada, costumava ser relativamente certinha e, efectivamente, há alguns dias que sentia uma tensão mamária do outro mundo, bem como imensas tonturas. É verdade que estávamos a tentar engravidar, mas tínhamos mesmo acabado de começar. Seria possível?

Foto sacada ao instagram da Joana :)



Passaram dois dias. Era Domingo. Comemos panquecas com macadamias caramelizadas ao pequeno-almoço, e depois sentei-me no sofá a pensar no assunto. Não podia estar grávida. Ou podia?

Levantei-me decidida. 'Vou fazer um teste de gravidez.' - disse. 'Está bem.' - disse o Pedro. Quando acabei, a linha do controlo apareceu, mas a linha do positivo não. As instruções diziam para esperar até aos quinze minutos, por isso peguei no teste e voltei para a sala.

E foi assim, sentados no sofá um ao lado do outro, que vimos com incredulidade o nosso teste de gravidez a tornar-se positivo.

Os dias e semanas seguintes foram marcados por muitas emoções. Contei ao meu pai, à minha mãe, à minha avó, ao meu irmão, à Joana e ao Bernardo. Depois disso, vi-me forçada a contar à minha professora de canto (porque a minha tensão arterial baixa não me permitia estar de pé durante mais do que dois minutos, por isso tive que começar a fazer as aulas de canto sentada) e à enfermeira do meu serviço (porque um dia me deu um piripaque no trabalho, depois de ter ficado em pé durante mais do que dois minutos).

Liguei ao meu obstetra e fiz a primeira ecografia, que comprovou que o nosso bebé estava bem implantadinho e com o coração a bater. E depois? Esperei.

Quem já esteve grávida sabe que o primeiro trimestre (e, principalmente, o primeiro trimestre de uma primeira gravidez) é uma montanha-russa de emoções e preocupações. Eu tenho a grande vantagem e a enorme desvantagem de ser médica: consigo perceber que um determinado sintoma é efectivamente normal, mas sei tudo aquilo que pode correr mal.

Além disso, não tive um início de gravidez particularmente fácil. A minha tensão arterial afundou-se de tal forma que era impossível medi-la, e eu andava sempre tonta e sem energia. Tinha imensa tensão mamária, acordava várias vezes por noite para ir à casa-de-banho e passava os dias cheia de dores abdominais (iguais às dores menstruais). Duas semanas depois, fiquei doente.

No entanto, eventualmente os sintomas estabilizaram (ou então eu habituei-me a eles, quem sabe). E nós começámos a viver a nossa gravidez: encomendámos o nosso primeiro livro (o 'Grande Livro da Grávida', da Drª Marcela Forjaz, que vos mostrei na outra publicação), comprei roupa nova, encomendei umas coisinhas para o bebé (quem é que resiste a um par de mini All Star?), informei-me sobre as aulas de yoga e pilates para grávidas na minha zona, comecei a fazer um plano de exercícios adequado, comecei a ter (ainda) mais cuidado com a minha alimentação e a esforçar-me por descansar, relaxar, dormir sestinhas e distrair-me.

All Star para bebé :D Comprei pela Amazon :)


E o tempo foi passando até às catorze semanas. Muuuuito lentamente.

36 comentários:

  1. Oh! De ouvir este relato até me dá saudades do tempo em que estava gravida! Tive 3 gravidezes santas. Nunca soube o que era um enjoo! Os unicos sintomas foram mesmo a tensao mamaria e uma soneira do outro mundo! Nas duas primeiras gravidezes dava-me um sono tremendo a seguir ao almoço que era dificil aguentar-me acoradada e evitar dormir em pé! Na ultima gravidez dava-me sono à noite! Menos mal! Pelo menos era à hora certa! Mas ai tambem percebi logo que estava gravida de uma menina pois as gravidezes dos rapazes tinham sido iguaizinhas e aquela era diferente! E é assim! Há quem nao gosta de estar gravida! Eu adorei! Espero que tambem gostes muito desta nova fase! Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou a gostar bastante na verdade :D Apesar da tensão arterial baixa :P

      Eliminar
  2. Ola Joana,

    Ja te leio ha uns anos. Nao tenho comentado mas continuo por ca a acompanhar-te e fiquei muito feliz por ti e Pelo momento maravilhoso q vives. Estou a viver o mesmo... 12 semanas ainda e vou acompanhar e esperar q partilhes dicas maravilhosas .

    Bjos,

    Denise

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns Denise :D \o/ Vais ser de Maio também? :D

      Beijinhos :D

      Eliminar
  3. Um beijo muito especial de parabéns. O bebé ou a bebé tem muita sorte por ter uma mãe tão especial que o (a) vai mimar com coisas deliciosas :)

    ResponderEliminar
  4. Joana,

    Mais uma vez, parabéns :)
    Eu também tive imensas dores abdominais antes de descobrir que estava grávida, achava mesmo que era o período a chegar, porque as dores eram iguaizinhas.
    Não tive tensão mamária nenhuma, e notei mais sono do que o habitual.
    Fizeste a primeira ecografia com quanto tempo? A minha médica, antes de descobrirmos que não estava tudo bem, tinha sugerido fazer a primeira entre as 6 e a 8 semanas, e depois a do primeiro trimestre só às 12.
    Os all-star são mesmo fofinhos :)
    Vou adorar acompanhar o diário da gravidez!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiz às 5, às 7, às 10 e às 12. Mas para mim é mais fácil, trabalho num hospital :)

      Eliminar
  5. Muitos parabens! Bela novidade! Por aqui celebram-se amanha 10 meses de vida do nosso Tiago. Apesar das noites sem pregar pestana, nao se consegue descrever a felicidade que e ver um filho a crescer.
    Tudo de bom para a gravidez e va partilhando as novidades :)

    ResponderEliminar
  6. Muitos parabéns Joana :) que corra tudo bem e que seja uma gravidez boa, para poderem desfrutar ao máximo esse tempinho que passa depressa :) e que venha um bebé cheio de saúde :) beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Comprem "os bebés também querem dormir". Também estou grávida e foi o livro mais importante que li durante a gravidez! Tudo a correr bem!!! Parabéns! ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou espreitar, obrigada pela sugestão :D E parabéns também :D

      Eliminar
  8. Olá Joana!
    É tão bom ler estes relatos sobre as "aventuras" de uma primeira gravidez.
    Um mix de tantos sentimentos, ansiedades, estados... mas onde se consegue sentir tanto amor e felicidade!
    Já agora, os all star são um máximo!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo um grande mix de sentimentos :D Mas a esmagadora maioria deles é boa :D

      Eliminar
  9. Fico mesmo feliz por vocês, que parecem um casal fantástico!

    ResponderEliminar
  10. Muitos parabéns e boa sorte.;)
    Realmente, impossível resistir a essas all star.:p

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Bom dia! Antes de mais deixo os parabéns votos de felicidades! Depois, fica o conselho para descansar q.b. e aproveitar ao máximo os maravilhosos 9 meses. Adorei estar grávida e apesar do stress que foi para organizar a casa para receber a bebé, ao mesmo tempo que tinha a ginástica, a faculdade, e toda a lida da casa, a nossa bebé é muito calminha e doce.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós também estamos um bocado stressados para organizar as coisas, mas nada que não se faça com calma :)

      Eliminar
  12. Olá Joana, sei bem o que é isso de ter tensão arterial de passarinho na gravidez... Eu durante a minha 1ª gravidez tive piripaques na feira, na missa, na recepção do gabinete de análises, em casa, em casa dos pais, em casa dos sogros, no trabalho... E é melhor ficarmos por aqui!!! Desejo-vos tudo de bom e aproveitem estes 9 meses (que já não são 9) ao máximo :-) Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, cheira-me que sou outra que tal! Enfim, há que aguentar :D Beijinhos :D

      Eliminar
  13. Que fixe que vais fazer Pregnancy Diaries! Estou a acompanhar deliciada deste lado! E as fotos de NY também, estive lá ano passado no final de novembro/início de dezembro e fiquei completamente apaixonada pela cidade. Ainda mais no Natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que vou :D Depois do wedding diary, é o que faz sentido :D

      Também gostava de ter visitado Nova Iorque no Natal, mas a Joana e o Bernardo começaram com chorices de que era frio ;)

      Eliminar
  14. muitos parabéns aos futuros papás, tudo a correr pelo melhor :)
    aproveito para lhe mostrar as peças de bebé que ando a fazer: https://www.facebook.com/269121949833411/photos/a.942455182500081.1073741899.269121949833411/942264859185780/?type=3&theater

    obrigada :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Olá Joana. Muitos parabéns!!!!!!! Espero que esteja tudo a correr bem com a gravidez. O meu bebé já nasceu, faz hoje 5 dias :) :) Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Olá Joana.

    Em boa verdade "descobri-te" pelo gosto culinário em comum e estou rendida...
    Além disso, neste momento, partilhamos do mesmo estado de graça. Faço hoje 16 semanas e tenho o parto previsto para inicio de Maio.
    O 1º trimestre foi duro mas agora está tudo mais calmo.

    Obrigada pelas partilhas, estarei aqui super atenta.

    Felicidades.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />