6 de maio de 2015

Batido de banana e framboesa (paleo) para uma agente secreta :)

When you were young, and your heart was an open book,
You used to say, 'Live and let live'.
You know you did, you know you did, you know you did.
But if this ever changing world in which we live in,
Makes you give in and cry...
Say, 'Live and let die, live and let die'.

Guns 'N Roses (originalmente de Paul McCartney & Wings
e banda sonora do filme 'Live and Let Die',
oitavo filme da série James Bond)



Cada dia que passa deixa-me cada vez mais apaixonada por aquilo que estou a fazer.

Olho para trás e parece-me inacreditável como é que tinha tantas dúvidas e tantos medos. Pensava que ser psiquiatra de crianças e adolescentes seria demasiado pesado, temia ser demasiado sensível e assustava-me com a possibilidade de me ligar demasiado aos meus miúdos, mas na verdade hoje não me imagino a fazer outra coisa que não seja isto. E sinto-me muito orgulhosa por ter tido a coragem para ouvir o meu coração e para saltar sem reservas em direcção ao desconhecido.


Não falo muito do meu dia-a-dia aqui. No início da especialidade vi-me perante o dilema da continuação deste blog nos moldes actuais, e concluí que a melhor forma de conseguir equilibrar algo tão íntimo e pessoal com a minha carreira profissional seria não misturar as duas realidades. E por isso, e embora não tenha qualquer problema em escrever aqui sobre situações pessoais, nunca falo sobre o meu dia-a-dia profissional.

No fundo, sou uma espécie de agente secreta.


No entanto, já aqui referi algumas vezes como é a minha rotina a nível alimentar enquanto trabalho: desde o seu início relativamente conturbado até à necessidade imperativa de me organizar e voltar às minhas comidinhas saudáveis.

Ter cuidado com a alimentação é infinitamente mais difícil quando os nossos horários são caóticos. No meu caso, tomo o pequeno-almoço às oito e só volto a ter tempo para comer novamente por volta das onze e meia. A essa hora é manifestamente cedo para almoçar, mas também já é relativamente tarde para fazer um lanchinho a meio da manhã. Almoço à uma e depois só volto a ter tempo para lanchar por volta das seis ou sete - hora em que é novamente manifestamente cedo para jantar, mas relativamente tarde para fazer um lanchinho a meio da tarde. Janto por volta das oito e meia e nunca tenho fome quando são horas de ir para a cama, por volta das onze.


Em dias maus, faço apenas três refeições durante o dia. Em dias bons, cinco. E enquanto isso tenho tentado desesperadamente arranjar estratégias para contornar esta questão, como levar batidos para o trabalho.

Os batidos são super rápidos de fazer e de beber. Agora são também práticos de transportar: fecho-os num copinho de iogurte e lá vão eles comigo para o meu trabalho-super-secreto-do-qual-não-posso-falar-aqui-no-blog.

No fundo sou como uma espécie de 007, mas com batidos. Também é badass, creio eu.


Batido de banana e framboesa (paleo)

Ingredientes (para uma pessoa):

* Meia chávena de leite de amêndoa;
* Uma banana;
* Uma mão cheia de framboesas.

Confecção:

* Juntar tudo e triturar com a varinha mágica! :)



Até amanhã! :D

8 comentários:

  1. Gosto muito de batidos mas tenho sempre de fazer em quantidade reduzida pois tenho dificuldade em conseguir beber um até ao fim! Esse de framboesa parece-me delicioso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que os batidos enchem bastante :D Mas isso até é uma vantagem! ;)

      Eliminar
  2. depois de ler dei-me conta que também o faço! nunca falei das minhas consultas nem dos meus pacientes no meu blog! Serei também eu uma agente?? hehehe...
    Que me dizes a formar uma gang eu nunca levei batidos, mas levo sopinhas.... dá para entrar ??:P
    beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que és Susana :D Devíamos formar um grupo e combater o crime :D O gang das sopas e batidos secretos :D

      Beijinhos e bom fim-de-semana :D

      Eliminar
  3. Yay, vem aí post feliz :D
    É muito bom ver, depois de todo o drama e estudo, finalmente foste recompensada e encontraste o trabalho «perfeito»! Tens direito a esse orgulho, não é fácil escolher bem ou chegar lá :)
    Deve ser estranho conciliar, realmente... Achei curioso que não falasses aqui, mas as razões também são óbvias e acho completamente compreensíveis os motivos, mesmo que não listados. Imagino que acabe por ser difícil separar as coisas... Ainda bem que arranjaste a solução :D e ainda melhor se arranjaste a solução e ela envolver seres uma agente secreta! :D
    Couve-flor e uma vitelinha ao pequeno-almoço e aguentas bem até às 2 :P ou outra combinação qualquer, estes exemplos são meramente ilustrativos e não DE TODO representativos do que eu comi de manhã a semana toda ;)
    Ei, eu janto às 19h! E se pudesse até jantava mais cedo, o tempo passa demasiado rápido depois de jantar :P não costumo ter fome, pode passar algum tempo, até :)
    Dias «maus» porque não preparaste comida, porque não tiveste tempo de comer ou porque não te apeteceu comer? Fiquei confusa :P
    Não sou a maior fã de batidos, embora tenha tido de reconsiderar depois de receber um daqueles frascos adoráveis e campestres com uma palhinha e uma pega. De 1L. Qualquer dia enfrasco meia fruteira ao pequeno-almoço só para preencher o potencial.
    (Por acaso tinha pensado em beber um batido depois de correr. Estás-me a encorajar :P)
    A mim parece-me muito badass ;) qualquer coisa com as palavras «agente» e «secreto» é badass. Seria ainda mais badass se desenvolvesses uns auscultadores de médico (prooonto, podem ser cor-de-rosa) que dessem para OUVIR ATRAVÉS DE PAREDES.
    (Eu tinha um kit de espião quando era pequenina. :P)
    (Não, os «auscultadores atravessa paredes não funcionavam mesmo. maior desgosto da minha vida.)
    (Em compensação, vinha numa mala preta adorável :D)

    ...

    O batido parece delicioso! A cor é muito gira :) e a mistura banana-framboesa é tão bebesídica que não pode ser NÃO deliciosa :D
    A ideia de transportar em frascos é bastante boa, mas não fica quente?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há várias razões para não falar do meu trabalho aqui, desde a privacidade dos meus doentes até à minha própria. Tenho pena, mas as coisas são assim mesmo :) O meu hospital está sempre frio, por isso o batido não fica quente ;)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />