26 de março de 2015

Brownies com cobertura de amendoim para ti.

Agora que pousas a cabeça
Na almofada e respiras satisfeito,
Quero o teu amor sem sentido nem proveito.

Agora que repousas...
Lentamente sigo a curva do teu peito,
Procuro o segredo do teu cheiro, do teu cheiro.

Juntos fomos correndo lado a lado,
Juntos fomos sofrendo ter amado.
Amas a vida, e eu amo-te a ti.

Conta-me historias daquilo que eu não vi.
Conta-me historias daquilo que eu não vi.
Conta-me historias daquilo que eu não vi.
Conta-me historias daquilo que eu não vi.

Clã (originalmente dos Xutos & Pontapés)
 

Há dezanove dias que foste embora. Há 456 horas que não acordo ao teu lado. Há 27360 minutos que o teu sorriso não é a primeira coisa que vejo quando chego a casa.

Agora abro a porta para uma casa vazia de ti. Aqui, não andas de um lado para o outro a resmungar enquanto vês o Sporting a jogar. Aqui, não fazes exercício às parcelas, sempre com pausas de dez minutos entre cada série. Aqui, não me obrigas a levantar do sofá quando eu estou particularmente preguiçosa.


Aqui, não pergunto com um sorriso brincalhão se queres fazer alguma coisa comigo no segundo em que pegas no comando da Playstation. Nem reclamo porque passas demasiado tempo a estudar. Nem sequer salto para a tua almofada quentinha mal tu te levantas de manhã, sempre uma hora antes de mim.

Agora tenho a tua almofada para mim sempre que quiser. Mas não a quero a ela, quero-te a ti.


Quero o quentinho do teu abraço nas noites frias. Quero a tua cabeça no meu ombro enquanto vemos séries ao fim-de-semana. Quero a tua mão na minha e quero ouvir a tua voz doce sussurrar o teu elogio preferido:

'Tens sempre as mãos tão macias.'


Há dezanove dias que foste embora e levaste a minha alma contigo. Agora tenho a tua almofada para mim sempre que quiser. Agora já não comes às escondidas os brownies que eu fiz para o meu lanche.

Mas eu não quero a tua almofada nem os meus brownies. Quero-te a ti, Pedro.


Brownies com cobertura de amendoim (receita adaptada do blog 'Chocolate-covered Katie')

Ingredientes:

* 270g de leite;
* 11g de sementes de chia;
* 110g de óleo de coco derretido;
* Uma colher de sopa de essência de baunilha;
* 120g de farinha de trigo;
* 80g de cacau magro em pó;
* 115g de açúcar mascavado;
* Uma pitada de sal;
* Meia colher de chá de fermento;
* Dois terços de chávena de pepitas de chocolate;

Para a camada de amendoim:

* 115g de manteiga de amendoim;
* 60g de leite;
* Uma colher de sopa de mel;
* Uma pitada de sal.

Confecção:

* Misturar o leite, as sementes de chia, o óleo de coco derretido e a essência de baunilha;

* Noutra tigela juntar a farinha de trigo, o cacau, o açúcar mascavado, o sal e o fermento;

* Juntar os ingredientes líquidos aos ingredientes secos e misturar as pepitas de chocolate, envolvendo bem;

* Verter sobre um tabuleiro com 18x25cm coberto com papel vegetal;

* Levar ao forno pré-aquecido a 160º durante vinte minutos;

* Deixar arrefecer e refrigerar durante uma noite antes de cobrir com a cobertura;

* Para a cobertura amolecer a manteiga de amendoim e misturar com o leite, o mel e o sal;

* Cobrir os brownies e servir!



Tenham um óptimo fim-de-semana :D

14 comentários:

  1. Oh! De certeza que ele está todo derretido, tal como a cobertura destes teus brownies, ao ler este pequeno texto que aqui deixaste! Já estás quase quase a ir ter com o abraço quentinho dele!
    Um grande beijinho, Catarina*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já faltou mais, é verdade :)

      Beijinhos e tem um bom fim-de-semana Catarina :)

      Eliminar
  2. Que declaração de amor deliciosa! Mais deliciosos do que essa declaração só mesmo esses brownies! Sabes, tenho uma paixão incontrolável por brownies, tal como tenho por cheesecakes! Abrir o blog e dar de caras com essas pequenas maravilhas deixa-me a pensar se a sobremesa que fiz ontem foi a escolha certa!! Fiz um trifle delicioso mas esses brownies é que me estão a tirar os olhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estou a desenvolver uma paixão incontrolável por brownies! Não consigo resistir, são tão bons e podemos fazer tantas adaptações! :)

      Bom fim-de-semana! :)

      Eliminar
  3. É quase doloroso ler este texto :/
    A minha mãe escreveu um poema dentro do género deste texto há algum tempo e fez a minha avó chorar.
    Ei, o que tem de mal exercício às parcelas? :P
    Que elogio original :P
    (Lamento quebrar o tema, mas: esse brownie solitário coberto está engraçado. Deve estar com medo, já que o seu parceiro parece ter sido devorado.)
    Acho que doses maiores de brownies resolviam o teu problema ;)
    O texto está tão bonito e sentimental que me custa falar de coisas mais superficiais, mas esses brownies não se vão elogiar sozinhos, portanto: PARECEM DELICIOSOS. Inteiros, com ou sem cobertura, não interessa, parecem SEMPRE a 8ª maravilha do mundo. O aspecto está perfeito. Estão lindos de morrer. É engraçado, na receita original a camada de amendoim parece estranhamente pegajosa, mais como caramelo. os teus parecem muito melhores :D tenho taanto de fazer isto!
    E muita força para aguentares o tempo que falta! Pelo menos depois é só coisas boas :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o parceiro daquele brownie foi devorado a meio da sessão fotográfica. Acontece muito às coisas que cozinho, devem ter uma profissão de risco :D

      Já falta pouquinho, é verdade :)

      Boa semana :D

      Eliminar
  4. Estou a ficar apaixonada por tudo o que são brownies e só de olhar para estes acho que engordei uns 2kg eheheh :p
    Têm um aspecto maravilhoso Joana :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />