19 de dezembro de 2014

A nossa casinha de gengibre... E Feliz Natal! :D

Oh, the weather outside is frightful,
But the fire is so delightful.
And since we've got no place to go,
Let it snow, let it snow, let it snow!

Deck the halls with boughs of holly,
Fa la la la la, la la la la.
Tis' the season to be jolly,
Fa la la la la, la la la la.


E chegou o Natal. Por aqui embrulham-se os últimos presentes, prepara-se tudo para rumar a casa dos meus pais e espera-se pacientemente que os dias de trabalho que ainda faltam passem depressa. Por aqui reinam o cheirinho a canela, o quentinho do aquecedor e da mantinha natalícia e o aconchego das meias com pais natais. Por aqui esperamos, já cheios de felicidade no coração, pelos dias ainda mais felizes.

Oh, jingle bells, jingle bells,
Jingle all the way.
Oh, what fun it is to ride
In a one horse open sleigh.


Já vos contei aqui que no 9º ano tive negativa a educação visual. Na altura não tinha o mínimo jeito para fazer o que quer que fosse vagamente artístico: não era delicada, não era cuidadosa, não era criativa, não era paciente e simplesmente não era boa a dominar a minha motricidade fina.

Rudolph, the red-nosed reindeer
Has a very shiny nose,
And if you ever saw it
You would even say it glows.
All of the other reindeers
Used to laugh and call him names,
They never let poor Rudolph
Join in any reindeer games.


Ainda não sou. Não tenho jeito para desenhar, não tenho paciência para pintar, sou destrambelhada a dançar e sou incrivelmente desastrada. Continuo sem ter o mínimo jeito para fazer o que quer que seja vagamente artístico, à excepção de cantar. A diferença é que agora isso me impulsiona, em vez de me desmotivar.

We wish you a Merry Christmas,
We wish you a Merry Christmas,
We wish you a Merry Christmas,
And a Happy New Year!

Good tidings we bring,
To you and your kin.
We wish you a Merry Christmas,
And a Happy New Year.


E por isso, a casinha de gengibre voltou ao blog. Já tinha tido uma experiência mais ou menos bem sucedida (embora um bocadinho tosca) há dois anos atrás, e depois de no ano passado termos deixado passar a oportunidade porque ainda estávamos abananados com o exame da especialidade, este ano decidimos que tal não se iria repetir.

You better watch out,
You better not cry,
You better not pout,
I'm telling you why:
Santa Claus is coming to town!

He's making a list,
And checking it twice,
He's gonna find out who's naughty or nice.
Santa Claus is coming to town! 


Assim foi. Usei uma receita da sempre infalível Saveurs, respirei fundo umas 238274439 vezes e mentalizei-me que não podia ficar desmotivada ao primeiro obstáculo. Até que chegámos ao fim e eu apercebi-me que não tinha acontecido obstáculo nenhum.

Have yourself a merry little Christmas,
Let your heart be light.
From now on,
Our troubles will be out of sight.


Juro-vos, foi tudo tão perfeito que parecia saído de um filme familiar de Natal: fizemos as bolachinhas a quatro mãos com as músicas natalícias a ecoar no ar, recortámos as formas por entre sorrisos e beijinhos, misturámos o glacé enquanto o cheirinho da canela e do gengibre nos aquecia a alma e invadia toda a casa, montámos tudo pelo meio de gargalhadas e parvoíces e no fim abraçámo-nos e observámos em silêncio a nossa casinha de gengibre.

Silent night, holy night,
All is calm, all is bright.
Round yon virgin mother and child.
Holy infant so tender and mild,
Sleep in heavenly peace.
Sleep in heavenly peace.


A nossa obra de arte, que por ser tão nossa é perfeita apesar das falhas que possa ter aos olhos de quem não vê com o coração.

A nossa casinha de gengibre.

Sleigh bells ring, are you listening?
In the lane, snow is glistening.
A beautiful sight,
We're happy tonight,
Walking in a winter wonderland.


Casinha de gengibre (receita adaptada da Saveurs especial sobremesas)

Ingredientes:

* 375g de farinha de trigo;
* Meia colher de chá de fermento;
* Um quarto de colher de chá de bicarbonato;
* Uma colher de chá de canela;
* Meia colher de chá de gengibre;
* 110g de manteiga sem sal;
* Uma pitada de sal;
* 60g de açúcar mascavado;
* 175g de mel;
* 320g de açúcar em pó;
* Duas claras de ovo.

Confecção:

* Juntar a farinha, o fermento, o bicarbonato, a canela e o gengibre e misturar bem;

* Colocar numa panela a manteiga, o sal, o açúcar mascavado e o mel e aquecer em lume brando até ficar uma mistura homogénea;

* Misturar os ingredientes líquidos com os ingredientes secos e amassar;

* Esticar a massa com uma espessura de meio centímetro e cortar nas forminhas pretendidas;

* Colocar num tabuleiro coberto com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante quinze minutos;

* Deixar repousar durante cinco minutos e transferir para uma grade;

* Para o glacé misturar o açúcar em pó com as claras de ovo e bater bem;

* Transferir o glacé para um saco de pasteleiro;

* Montar a casa, unindo as peças com o glacé: inicialmente montar a parte da frente, depois as laterais e a fachada de trás, seguida do telhado e da chaminé e finalmente as outras peças;

* Decorar a gosto.


Feliz Nataaaaaaaaaaaaaaaal :D

20 comentários:

  1. Ficou tão giro!!
    Não fosse pela tentação de o comer a todo o instante e quase que dava para substituto de um presépio :)
    Feliz Natal :)
    Beijinhos*
    http://petiscana.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, uma semana depois já quase não havia nada :D Sabe mesmo bem comer algo que construímos ;)

      Beijinhos e feliz Natal :D

      Eliminar
  2. Ficou linda a casinha e os bonequinhos.
    Boas Festas.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  3. Parabéns, está linda!
    Já tinha prometido às minhas irmãs que fazíamos uma na semana que vem e andava a escolher a receita, mas assim sendo vou ficar com esta que já vem testada e tudo :)
    (depois se não ficar uma catástrofe mostro)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Rita :D Esta receita fica óptima, corre tudo bem :) Se quiseres as forminhas avisa e eu indico-te o site de onde as tirei (a chaminé, a árvore e os bonequinhos fomos nós que fizemos a olho) :)

      Boa sorte :D

      Beijinhos! :D

      Eliminar
    2. Rita usei estas formas:

      http://www.the36thavenue.com/wp-content/uploads/2012/12/Ginger-Bread-House.gif

      Cuidado ao imprimir: imprime em folha inteira e não como imagem, senão as formas ficam pequeninas :) Ainda sobra alguma massa, depois podes usá-la para decorar como nós fizemos ou podes simplesmente fazer bolachinhas normais :D

      Beijinhos :D

      Eliminar
    3. Obrigada, és uma querida. Beijinho!

      Eliminar
  4. Ficou linda, linda, linda! Se fosse minha nem dava vontade de a partir! Embora eu ache que o facto de ser de gengibre me faria não resistir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :D Sim, é mesmo irresistível! Primeiro ainda a deixei ficar sossegada um dia, mas depois aquele cheirinho tornou-se demasiado tentador :D

      Beijinhos e bom fim-de-semana :D

      Eliminar
  5. Joana, posso usar a receita para fazer apenas bolachinhas? Este ano é impossível fazer a casinha, mas para as bolachas ainda se arranja tempo :)

    Beijinhos e Bom Natal!

    Daniela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim Daniela :D Ficam óptimas na mesma ;)

      Beijinhos e boa sorte :D

      Eliminar
  6. Que linda!!!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Susana :D Feliz Natal :D

      Beijinhos e bom fim-de-semana :D

      Eliminar
  7. Eu gosto quando pões letras de músicas em extremos alternados da página. É giro. Lembrei-me disso o outro dia, não sei porquê... Acho que vi um post com palavras a itálico a um canto e fiquei desiludida por não estar assim, nessa dança que tu fazes. Faz-me lembrar um bocado o exército por causa do "DIREITA - ESQUERDA - DIREITA - ESQUERDA".... E esta é a ligação entre o exército e o Natal.
    (Talvez no teu caso prescindisse das maiúsculas...)
    Sou mesmo uma nulidade em músicas de Natal... A maior parte dessas não as oiço há imeenso tempo, e agora estou a ressuscitar memórias e a pensar "AHH então era ISTO que dizia..." :P
    Fui comprar presentes hoje, que seca :P mas até é giro comprar presentes (desde que não sejam roupa e sejam para crianças ou coisas giras... e haja dinheiro suficiente, claro :P). Falta embrulhar alguns, que a paciência para esperar por embrulhos é prejudicada com o aquecimento exagerado, as filas e o stress.
    (A coisa mais terapêutica que há é comprar brinquedos e peluches, a sério. Tãão bom. E ver caras bolachudas a recebê-los. :))
    OOOH afinal não estão direita - esquerda, foi só no início D:
    (Acho que afinal foi com este post que apanhei uma desilusão, na "preview" que é deslizar a página para comentar atrasada :P)
    Também não tinha jeitinho nenhum para EV (e também já tinha dito), mas depois até melhorei um bocadinho e agora acho que as minhas capacidades até são razoáveis. Nada de fora do normal ou especial, só... Decentes. Mas não para algumas coisas como decorar coisas que cozinho (ou para fazer aqueles desenhos incríveis e surpreendentes)...
    Desculpa, mas é difícil pensar num "tu" não criativo :P
    Hahaha :P motricidade fina, a minha mãe está sempre a "brincar" com isso. Não por ser desprezível, não penses que a motricidade fina é vítima de bullying :P também foi uma professora (na primária) que disse que tínhamos (eu + a minha irmã) de desenvolver isso. :P

    ResponderEliminar
  8. Assim não vale, contornar o problema através da utilização de uma receita da Saveurs é batota :P
    Também fico feliz quando estou à espera do desastre e ele nunca chega. É mesmo agradável :)
    ...Mas tu abusas, isso parece uma idealização da construção de uma casinha de gengibre! Será que se EU fizer e usar essa receita também corre bem? Tão bonita como a tua perfeição também não peço, mas... Decente, pelo menos. Eu nem me importava de ter uma casa tolhida, uma árvore como essa bastava para me fazer feliz :)
    Falhas? Onde, onde? :P eu não sei se a estou a ver com o meu coração salivante, mas que me parece perfeita parece :)
    Eu quero taaanto fazer uma casinha de gengibre. Imenso. Por mim deitava fora o jantar e começava a trabalhar nas bolachas, mas a minha impressora não funciona :( só poderia fazer depois do Natal. Achas que é aceitável? Ver casinhas de gengibre tolda-me o discernimento. Pode-se fazer para o ano novo? Será que depois tenho pesadelos por violar a ordem? É demasiado irreverente? Haha :P quero lá saber, tenho de fazer uma. Se não estiver demasiado farta dos cozinhados de Natal, isto é :P
    Escreveste "meio centimêtrro". :P
    (Se foi uma tentativa de sotaque assustador é brilhante.)
    Lamento mas acho que a tua casa é uma igreja, nunca vi uma casa com essa proporção altura total - altura da porta :P
    Pepitas de chocolate chapéu. Pepitas de chocolate chapéu. Pepitas de chocolate chapéu.
    (Para alguém que duvidasse da urgência da comercialização de moldes para pepitas gigantes, aqui está o argumento mor.)
    Até à última foto não me tinha apercebido de que se mostrava algo que não a base imaculada cor de neve (aka papel). Tira um bocado o mistério :P
    (Não tira nada. QUERO UMA CASINHA DE GENGIBRE.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes fazer uma casinha de gengibre de ano novo! Também neva, certo? :D

      As pepitas de chocolate chapéu foram a ideia mais fixe de sempre, reconheço :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />