18 de julho de 2014

Bolachas de chocolate recheadas com caramelo para dois braços fortes :)

Feeling my way through the darkness,
Guided by a beating heart.
I can't tell where the journey will end,
But I know where to start.
They tell me I'm too young to understand,
They say I'm caught up in a dream.
Well life will pass me by if I don't open up my eyes,
Well that's fine by me.

So wake me up when it's all over,
When I'm wiser and I'm older,
All this time I was finding myself, and I
Didn't know I was lost.

Avicii


Há um ano o projecto do livro existia apenas no meu coração. Depois da insistência do Pedro (e face à necessidade de ter uma qualquer distracção que me impedisse de ficar maluca depois de passar um ano inteiro a estudar para o exame da especialidade) o livro passou a existir também nos meus dedos, que martelaram insistentemente as teclas deste pequenino portátil durante meses.

Com o tempo passei a acreditar no projecto com toda a minha alma. Os queques sucediam-se e entupiam o meu congelador (ainda tenho alguns para o comprovar), as páginas acumulavam-se e as fotos iam sendo guardadas numa pastinha do computador a que chamei, com a alma cheia de um sonho que me transcendia, 'Para o livro'.


Um dia terminei o meu livro e com isso chegou a altura de pôr mãos à obra. Bati a centenas de portas e recebi centenas de respostas negativas, mas eventualmente encontrei editoras que, como vocês, espreitaram para dentro do meu coração e gostaram do que viram. Juntei isso à incrível capacidade visionária da Maria José, a minha editora, e fizemos magia.

Passaram-se meses desde então, e acho que já devia estar habituada a esta sensação. Mas creio que por muito que o tempo passe nunca deixarei de me sentir abismada e assoberbada com o meu livro.


Todas as semanas há uma novidade nova. Hoje tenho uma festa de lançamento, amanhã vou à televisão. Hoje vou à Feira do Livro dar os meus queques, amanhã vou a uma Bertrand conversar com pessoas totalmente desconhecidas. Tudo isto é novidade para mim, logo eu que ainda há uns meses vos contava que era uma anti-social de primeira.


Pelo caminho continuo a lutar para equilibrar tudo e para redefinir prioridades. O tempo escapa-se por entre os meus dedos e os dias passam a correr, sem que eu consiga fazer tudo aquilo que gostaria. E eu aprendo a respirar fundo e a não me preocupar tanto. Aprendo a delegar, aprendo a relaxar e aprendo a deixar para amanhã o que já não consigo fazer hoje. E aprendo mais uma vez que tenho ao meu lado uma pessoa verdadeiramente extraordinária, cujos braços são suficientemente fortes para me carregarem quando eu já não tenho forças para andar.

E não há bolachinhas no mundo que consigam agradecer-lhe por isso. Mas eu tento. Oh, se tento! :)


Bolachas de chocolate recheadas com caramelo para dois

Ingredientes (para quatro bolachas):

* Duas colheres de sopa de manteiga amolecida;
* Duas colheres de sopa de açúcar branco;
* Duas colheres de sopa de açúcar amarelo;
* Uma gema de ovo;
* Uma pitada de sal;
* Um quarto de colher de chá de bicarbonato de sódio;
* Cinco colheres de sopa de farinha de trigo;
* Duas colheres de sopa de cacau em pó;
* Quatro colheres de sopa de pepitas de três chocolates da Vahiné;
* Quatro caramelos de café (usei da Werther's Original).

Confecção:

* Juntar a manteiga, o açúcar branco e o açúcar amarelo e misturar bem;

* Acrescentar o ovo, o sal, o bicarbonato, a farinha e o cacau, envolvendo bem entre cada adição;

* Se a massa estiver demasiado peganhenta acrescentar mais uma colher de sopa de farinha;

* Acrescentar as pepitas de chocolate;

* Dividir a massa em quatro e formar quatro pequenos cilindros;

* Entre cada cilindro colocar um caramelo, fechando depois o cilindro em torno deste de modo a que o caramelo fique no meio e completamente envolvido pela massa;

* Colocar os cilindros em pé sobre um tabuleiro coberto com papel vegetal (não achatem porque as bolachas alargam no forno);

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante doze minutos;

* Deixar arrefecer no tabuleiro durante cinco minutos, retirar e deixar arrefecer completamente sobre uma grade.



Tenham um óptimo fim-de-semana :D

6 comentários:

  1. Mas que ricas bolachas amiga tão tentadoras.

    Que todos os teus sonhos se tornam ainda mais altos do que aquilo que sonhas, e um dia destes pode ser que se encontremos por aí num seção de autógrafos, bjokas

    ResponderEliminar
  2. Amanhã estarei contigo só para te dar os parabéns pessoalmente! E essas bolachas, ai essas bolachas... ai que aspecto!

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de pessoas humildes, que, mesmo com medo, vão à luta, sem perder o fio condutor do que são.
    Muitos parabéns! Pelo livro, pelos queques, pelas receitas, mas acima de tudo pela maneira de ver a vida e encarar os outros, que me parece ser muito especial.

    Felicidades!

    ResponderEliminar
  4. Quando me mudar para uma casa que, efectivamente, tenha uma cozinha, vou experimentar estas (=

    ResponderEliminar
  5. Oh que bolachas maravilhosas! Esse receheio está de babar :)

    http://miascuisinemf.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Chocolate e caramelo...acho que estou no céu!! Que maravilha, ficaram perfeitas :)
    ____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />