7 de agosto de 2013

Uma feijoada à transmontana mais saudável :)

Eu quero ir para o monte,
Eu quero ir para o monte!
Onde não veja ninguém,
Que no monte é que eu estou bem.

Zeca Afonso


Toda a família do Pedro é de uma pequena aldeia em Trás-os-Montes, perto de Vila Real.

O bisavô materno do Pedro viveu até aos 100 anos. Todos os dias comia ao pequeno-almoço dois ovos estrelados com um naco de toucinho e bebia um copo de aguardente, algo que o Pedro adora lembrar-me quando eu lhe digo que comer enchidos não é nada saudável.

Talvez devido à sua herança genética, o Pedro é um típico rapaz de Trás-os-Montes: detesta complicações, adora as coisas boas da vida, é um moço simples e relaxado... E adora enchidos.


O amor do Pedro pelos enchidos não é um tema novo cá no blog: já falei dele aqui, aqui ou até aqui. Desde que namoramos aprendi a tornar-me mais tolerante em relação aos enchidos e até a procurar alternativas mais saudáveis como os enchidos de peru, de frango ou vegetarianos ou até a substituição da utilização dos enchidos por quantidades massivas de especiarias.

O facto é que este acordo de cavalheiros tem resultado: de vez em quando lá faço um pratinho com chouriça ou alheira, que equilibro no dia seguinte com uma deliciosa refeição vegetariana.


E assim surgiu esta feijoada à transmontana aldrabada e mais saudável. Uma homenagem às raízes transmontanas do Pedro, uma aventura culinária nova... E a primeira vez que experimentei linguiça. Não é algo que pense repetir num futuro próximo, mas até ficou bom :)

Se preferirem podem optar por não usar as mini-linguiças ou colocar peito de frango em cubos - eu só as usei mesmo por causa do senhor 'claro-que-enchidos-são-saudáveis-o-meu-bisavô-viveu-até-aos-cem-anos' :D


Feijoada à transmontana mais saudável

Ingredientes (para quatro pessoas):

* Uma lata grande de feijão vermelho cozido;
* Couve-lombarda a gosto;
* Um quarto chouriço de peru cortado em cubos;
* Quatro mini-linguiças;
* Um quarto de salpicão cortado em cubos;
* Uma cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Uma folha de louro;
* Um fio de azeite;
* 100ml de vinho branco;
* Meia colher de chá de pimentão-doce;
* Meia colher de chá de paprika;
* Uma pitada de cominhos;
* Uma pitada de coentros.

Confecção:

* Refogar a cebola picada, o alho picado e a folha de louro num fio de azeite;

* Juntar o chouriço, a morcela e a linguiça e deixar refogar;

* Temperar com o pimentão-doce, a paprika, os cominhos e os coentros;

* Acrescentar a couve e o vinho e deixar cozinhar com a panela tapada, juntando água se necessário (se cozerem o feijão em casa podem optar por juntar a água onde cozeram o feijão);

* Juntar o feijão e deixar cozinhar.


Esta não pretende ser uma verdadeira feijoada à transmontana, até porque eu não gosto de entrecosto ou de orelha de porco. Mas é uma óptima alternativa, e fica ainda melhor no dia seguinte :) 

Até amanhã :D
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />